prevnext

Amada Rosa Pérez (Bogotá, Colômbia)

“Entrei num ginásio aos 18 anos e perguntaram-me: ‘Gostarias de ser modelo?

Eu pensei: dinheiro, festas, fama, êxito, viagens… quero!!!”

Em pouco tempo tornei-me top model e atriz. Ganhei 4 concursos de beleza. Foi uma progressão arrasadora, ameaçada com 4 gravidezes… de solução fácil.

“Disseram-me que ter filhos ia destruir a minha carreira. Mas não me falaram das terríveis consequências de matá-los: depressões, ansiedade, pesadelos… e o desejo de acabar com a minha própria vida.”

Depois de abortar várias vezes, Amada Rosa procurou a felicidade sem compromissos através do Ioga, Reiki, Feng-shui, Tarot… sem suspeitar do preço oculto que estava a pagar: “O Demónio passa sempre fatura.”

E assim, como entrou num ginásio, um dia entrou numa igreja. E leu: “Venham ter comigo todos os que andam cansados e oprimidos e eu vos darei descanso.”

“Confessei os meus pecados e encontrei a paz que desejava. Alguém dirá que estou louca, mas o certo é que sou feliz.”