prevnext

O Advogado do Diabo

Este cético do século XXI foi educado para acreditar em Deus, na Virgem, nos Anjos, no Céu… Mas, a esta altura… custa-lhe aceitar que exista alguma coisa mais do que aquilo que vê, toca ou compreende.

“Não acredito em milagres. A minha relação com Deus é cultural, intelectual.”

Assim como superou a sua crença infantil em fadas, gnomos e outras personagens invisíveis… talvez seja a altura certa para desmontar a ficção sobre a existência de Deus.

Transformado em Advogado do Diabo, inicia uma investigação mundial indo ao encontro de crentes que se atrevem a responder às suas questões diretas e claras. Tão claras como as indicações da sua Chefe:

“Infiltre-se entre eles, ganhe a sua confiança e tire as suas próprias duvidas, sem medo da verdade.”