prevnext

Lúcifer – Satanás

Foste criado com uma beleza e inteligência sem igual. Eras tão amado! O nome que recebeste do Criador manifestava a tua grandeza: Lucífer, “portador da luz”. Que fizeste para perder essa identidade tão bela? Porque te tornaste “Satanás”, que significa “adversário”?

Tu… servir uma criatura inferior a ti? Não!
Tu… amar sem compreender? Não!
Tu… obedecer? Não!

Negar a vontade do Criador tem consequências. O tempo para escolher ou rejeitar Deus tem prazo de validade. Deus não te obriga a amá-l’O… deixou-te escolher a tua identidade e destino… e tu virastes-lhe as costas para sempre, optando por uma eternidade nas trevas. Agora és o que sempre desejaste: senhor de ti mesmo. Mudaste de chefe e de trabalho: agora procuras a nossa destruição, tentando que sigamos os teus passos. Ah! Satanás! O que fizeste!

“Será a mais pequena, a mais humilde das minhas criaturas, a que pisará a tua cabeça soberba com os seus pés descalços. Vai-te daqui!”