prevnext

Maria, Mãe

Quando Deus quis ensinar-nos a amar sem limites, abandonou todos os privilégios e cresceu no ventre de uma mulher, como qualquer pessoa.

Nesta mulher não encontramos nada de especial que a torne candidata para uma grande missão. O seu fraco curriculum vitae tocou o coração de Deus.

“Ele olhou com amor para esta sua humilde escrava.”

Maria acompanhou Jesus no seu crescimento, até que um dia… o entregou a nós:

“Façam tudo o que Ele vos disser.”

E Jesus, antes de morrer, também nos entregou Maria:

“Aí tens a tua mãe.”

Talvez não a conheçamos, ou nunca tenhamos falado com Ela. Não interessa. Porque ser “mãe” é um dom incondicional, sem data de validade. Somos seus filhos, saibamos disso ou não. Podemos chamá-la agora mesmo: “mamã”. E ela, como boa mãe, vem sem demora.